Amarah Farage

Buscar
  • farage.frade@me.com

UE lança site para consulta do estado da pandemia e das fronteiras em toda Europa




No inicio desta semana, foi marcado uma nova etapa no caminho de recuperação da Europa em tempos de pandemia. Nove países, incluindo Alemanha, França, Grécia, Bélgica, Suíça e Holanda abrem as suas fronteiras a outros membros da União Europeia.

A Comissão Europeia, que tem incentivado a reabertura de fronteiras até 1 de julho, lançou um site, https://reopen.europa.eu/ o Re-open, em que se pode consultar o estado da pandemia e das fronteiras em cada país da União Européia.

De acordo com o portal da Comissão da UE, este instrumento interativo fornece as informações necessárias para planejar com toda a confiança viagens e férias na Europa, prezando a segurança e saúde do viajante. As informações, atualizadas com frequência, estão disponíveis em 24 idiomas.

Fronteiras

No tocante a abertura gradativa das fronteiras, os portugueses estão ainda impedidos de entrar em seis países, quatro deles por determinação específica: em Chipre, na Bulgária, na Áustria e na Lituânia. E há ainda outros dois que têm restrições gerais que incluem Portugal - são a Hungria e a Eslováquia.

De acordo com reportagem do Diário de Noticias e informações do site Re-open, veja como está a situação a nível de circulação de pessoas nos países da UE que já reabriram ou vão reabrir em breve fronteiras:

Espanha

As fronteiras rodoviárias com Portugal e França permanecem encerradas e serão abertas apenas no dia 1 de julho. Neste momento, uma quarentena de 14 dias é obrigatória, com algumas exceções, para todos que cheguem a Espanha, independentemente do país de origem. Mas a Espanha irá abrir fronteiras a partir de 21 de junho, sem quarentena, para os turistas e cidadãos.

França

As fronteiras reabriram e os turistas podem entrar na França. Não há nenhuma quarentena obrigatória para viajantes da UE, países do espaço Schengen ou do Reino Unido, exceto se o país de origem exigir que os viajantes da França estejam em quarentena (princípio da reciprocidade). Nesta segunda-feira, dia 15, a França permitiu a reabertura de restaurantes e cafés. O Palácio de Versalhes também reabriu, mas a Torre Eiffel (25 de junho) e o Louvre só mais tarde voltam a ter portas abertas.

Itália

São permitidas viagens com países estados-membros da UE países do Acordo de Schengen, Reino Unido, Andorra, Mónaco, Cidade do Vaticano e São Marino, refere a Comissão Europeia. O Governo italiano tem reafirmado que o país está pronto a receber turistas, com regras a terem de ser cumpridas.

Alemanha

As restrições foram levantadas e apenas vigoram recomendações a viajantes de 31 países europeus. O receio do Governo alemão passa mais pelo regresso de férias de locais onde o contágio possa ter novamente ocorrido. Por isso, prepara medidas para acompanhar as viagens turísticas dos alemães neste Verão.

Grécia

É possível entrar no país para turismo se a viagem tiver origem em países não afetados pelo alto risco de transmissão. Portugal, tal como Espanha, Itália, Suécia e Reino Unido, ficaram de fora e são ainda considerados países de alto risco. Quem chegue destes países tem de cumprir isolamento social de duração variável, consoante o resultado dos testes obrigatórios à chegada.

Bélgica

As fronteiras belgas estão abertas de novo. Os turistas da UE, incluindo o Reino Unido, e os quatro países do espaço Schengen podem entrar no território da Bélgica.

Áustria

As autoridades austríacas estão a seguir as situações epidemiológicas em cada país e decidem quem podem entrar. A partir de hoje, as fronteiras estão abertas com exceção para pessoas vindas de Suécia, Reino Unido, Espanha e Portugal.

Holanda

Os turistas da UE e de Schengen podem entrar sem cumprir isolamento obrigatório, com duas exceções: quem chega da Suécia e do Reino Unido fica em isolamento durante 14 dias.

96 visualizações

Horário de Funcionamento

Segunda a Sexta das 09:00 às 19:00

Contato: +351 91 686-3372

© 2023 by Kant & Rider. Proudly created with Wix.com

  • White Instagram Icon
  • Facebook